Metade dos jogadores encerra carreira na falência diz consultor alemão

As notícias sobre os salários recebidos por muitos jogadores nos principais campeonatos europeus fazem as cifras saltarem aos olhos de quem as lê, mas segundo o gerente da empresa de consultoria alemã Schips Finanz, Hans Schips, metade dos atletas encerra a carreira na falência.

- Cerca de 30% dos jogadores em atividade estão perto da ruína financeira, e 50% deles estão quebrados quando terminam a carreira - afirmou Schips em entrevista publicada nesta quarta-feira pela revista "Sport Bild".

A ideia de que, para muitos jogadores, depois do estrelato vem a decadência - alguns sucumbem às drogas ou ao álcool -, é antiga. Os casos de Garrincha, no Brasil, ou George Best e Paul Gascoigne, no Reino Unido, são frequentemente lembrados.

Do G1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe tudo sobre filmes de comédia?

Gabarito extraoficial do concurso da Brigada Militar RS 2012, prova aplicada no último domingo(11/03)

Chocolates direto de Gramado RS em São Francisco de Assis